Cultura, meio ambiente, poder, território e sustentabilidade

Participantes do Formar PNGATI se reúnem em Rondônia para o segundo módulo
Participantes apresentaram vários trabalhos no primeiro módulo
Participantes apresentaram vários trabalhos no primeiro módulo

07/03/2014

Lideranças indígenas e gestores públicos que atuam no sul do Amazonas se reúnem de 11 a 20 de março para o Curso Básico de Formação em Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas (PNGATI), no Centro de Formação da Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé, em Porto Velho, Rondônia.

O segundo módulo do curso tem como tema principal cultura, meio ambiente, poder, território e sustentabilidade. Eles vão discutir sobre espaços públicos socioambientais, participação indígena, direito à consulta livre, prévia e informada e o histórico do movimento indígena nacional e no sul do Amazonas.

O curso vai contar com a participação de instrutores como Sônia Guajajara, liderança indígena e membro do colegiado da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), Luciene Pohl, antropóloga, Ivaneide Cardozo, historiadora e indigenista, Miguel Aparício, antropólogo, Francisco Gonçalves, coordenador da OPIAJBAM e Valdimiro Apurinã, coordenador da Federação das Organizações e Comunidades Indígenas do Médio Purus (Focimp).

“Este módulo é essencial para o processo de formação dos participantes por propiciar um diálogo entre as visões indígenas e não indígenas sobre a gestão territorial e ambiental. Ele é a base para o módulo seguinte que abordará a questão dos instrumentos de gestão territorial”, explica Cloude Correia, coordenador do projeto.







Comentários