Debate em Barcarena

Plenária reúne membros da sociedade civil para discutir objetivos do Fórum Intersetorial de Barcarena
Participantes da Plenária
Participantes da Plenária

 

No dia 05 de outubro, a Câmara Municipal de Barcarena recebeu 51 representantes da Sociedade Civil para a Plenária Preparatória ao Fórum de Diálogo Intersetorial. Realizada pelo Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), a reunião promoveu uma dinâmica de discussão sobre os objetivos do Fórum e elegeu três representantes que irão compor um Grupo de Trabalho (GT), que terá o objetivo de construir a proposta de estrutura,  agenda e a forma de funcionamento do Fórum.

A coordenadora de projetos do IEB, Maura Moraes, abriu a sessão explicando o processo de criação do Fórum, com o objetivo de nivelar informações sobre o assunto. Maura esclareceu que a atuação do IEB está baseada em duas frentes de trabalho: a capacitação e a integração de pessoas que atuam para criar o Fórum Intersetorial. Ela destacou que este espaço de diálogo não se propõe a substituir outras instâncias de discussão, como, por exemplo, os conselhos, visto que o Fórum proposto pelo Instituto e membros da sociedade civil é mais uma ferramenta na busca pelas soluções dos problemas de Barcarena.

A sociedade civil também teve um espaço para propor e relatar suas impressões sobre a proposta. O integrante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (SINTEPP), Walmir Bastos, falou sobre os impactos ambientais causados pelas empresas que se instalaram em Barcarena e afirmou que o Fórum será uma oportunidade de discutir soluções conjuntamente e de maneira adequada. “Se precisar ir para a luta, nós vamos, mas nós precisamos ir além disso, queremos sentar junto com as empresas e o poder público, para que nós possamos pensar o município de Barcarena com uma postura e uma relação amadurecida”, disse Valmir.

Em um segundo momento da Plenária, os participantes foram divididos em grupos nos quais discutiram os objetivos do Fórum, segundo suas percepções. Em seguida, cada grupo expôs o resultado, que foi debatido juntamente com o consultor do IEB, Guilherme Carvalho, a fim de tirar os encaminhamentos, esclarecer dúvidas e estabelecer coletivamente uma ideia geral dos objetivos do Fórum.

Durante o evento, os participantes elegeram os três representantes da sociedade civil que levarão o resultado dos debates o à reunião do Grupo de Trabalho, que acontecerá no próximo dia 16 de outubro e definirá os objetivos do Fórum. Após esta fase de construção da estrutura, haverá uma Plenária final de deliberação e lançamento do Fórum, que se constituirá em um espaço público que favorecerá o diálogo propositivo entre empresas, organizações sociais e poder público, com a finalidade de construir alternativas de desenvolvimento que melhorem as condições de vida da população. 







Comentários