Em Novo Aripuanã, associativismo ganha novas estratégias.

A oficina ocorreu em Novo Aripuanã, AM e foi estrategicamente focada para o fortalecimento de três organizações “aglutinadoras” do município: as associações-mães das RDS do Juma e Madeira, AMARJUMA e APRAMAD.

Entre os dias 8 e 10 de março aconteceu em Novo Aripuanã/AM, a Oficina de Capacitação em Gestão de Associações, com a facilitação do consultor José Strabeli. A atividade foi estrategicamente focada para o fortalecimento de três organizações “aglutinadoras” do município: as associações-mães das Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDSs) do Juma e Madeira, AMARJUMA e APRAMAD, respectivamente, e o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR). Participou também um representante da Associação dos Artesãos de Novo Aripuanã e do Grupo de Jovens Tucumãenses.

A oficina tratou de assuntos como o conceito de associação, aspectos legais e de gestão (estatuto, funções administrativas, controle financeiro). Por meio da utilização do livro Associação é para fazer juntos e da execução de trabalhos práticos, o grupo teve a oportunidade de refletir sobre a sua própria prática como organização coletiva e finalizaram a atividade ansiosos por saber quando seria a próxima atividade.

Encaminhamentos

Sendo o marco inicial do acompanhamento das associações que Strabeli realizará com uma freqüência bimestral, visando um apoio continuado à gestão daquelas associações, o primeiro encaminhamento acordado foi a realização de um diagnóstico institucional das mesmas (de 21 a 25 de maio) para que sirva de subsídios ao planejamento de suas ações. Além disso, para trabalhar duas demandas recorrentes no município – a falta de conhecimento sobre o associativismo nas comunidades e o pouco envolvimento dos jovens – o Grupo de Jovens Tucumãenses utilizará o livro trabalhado na oficina como roteiro para elaboração de uma peça de teatro experimental com os dois primeiros capítulos do livro: “Toda comunidade precisa ter uma associação?” e “Associação é uma forma de se organizar”. A estréia da peça está prevista para acontecer durante a assembléia geral da APRAMAD, no início de junho, a ser realizada no Lago do Xiadá. O objetivo é envolver os jovens das comunidades presentes para posteriores apresentações.

A estratégia de fortalecimento das associações locais faz parte da agenda de atividades do Projeto PDLS, apoiado pelo Fundo Vale, do coletivo de Novo Aripuanã.







Comentários