Folha realiza Fórum Desmatamento Zero

Debate reuniu representantes da sociedade civil, estado e setor privado.

O Fórum Desmatamento Zero foi realizado nos dias 21 e 22 de setembro, no auditório do Tucarena, na capital paulista, e discutiu propostas e estratégias para eliminar o desmatamento no Brasil e diminuir a emissão de gases estufas.  O evento promovido pelo jornal Folha de São Paulo com apoio da Clua (Climate and Land Use Alliance) teve entre seus debatedores o coordenador do escritório regional do IEB em Belém, Manuel Amaral, e a coordenadora do Programa de Políticas Públicas e Direito Socioambiental do ISA, Adriana Ramos, que também é conselheira do IEB.

Amaral participou do painel “Como o manejo sustentável vai contribuir para o Desmatamento Zero?” e defendeu a retomada da agenda do Manejo Florestal Comunitário e Familiar pelo governo Federal. Ele ressaltou a importância dos povos tradicionais e das populações assentadas  no processo de concessões florestais.

“As comunidades Amazônicas são fundamentais para o desenvolvimento da economia florestal brasileira e o governo precisa trabalhar nisso. A agenda do desmatamento zero só será possível com o engajamento de todos os atores da sociedade. As concessões precisam decolar”, explicou Amaral, que representava o conselho diretor do FSC.  

Por sua vez, Adriana Ramos, participou do painel “Desmatamento Zero e progresso social”. Ramos afirmou que é necessário estabelecer um novo paradigma de desenvolvimento para a região amazônica, que leve em consideração a preservação das florestas e a qualidade de vida dos índios.  Segundo Adriana, para minimizar a crise climática é necessário revisitar o que os índios têm a dizer sobre o assunto. “Ao observarmos a sabedoria indígena sobre o tema, vemos que o nosso olhar está atrasado e que a gente tem muito a aprender com os povos indígenas da Amazônia”, finalizou.

Veja na integra os debates de Manuel Amaral e Adriana Ramos.

Para ter acesso às discussões promovidas em outros painéis, clique aqui







Comentários