Humaitá: “Somos todos ICMBio, MMA e Incra”

 IIEB repudia os ataques criminosos ocorridos na última sexta-feira (27)

(Foto: Raolin Magalhães/Rede Amazônica)

O IIEB (Instituto Internacional de Educação do Brasil) repudia os ataques criminosos ocorridos na última sexta-feira (27), nas sedes do Ibama e do Instituto Chico Mendes em Humaitá, no Amazonas. E presta toda solidariedade aos servidores desses órgãos que agora estão impossibilitados de praticar suas funções. Defendemos que o dever e direito dos agentes do Estado em cumprir sua missão constitucional deve ser assegurado pelo próprio Estado.

Os órgão ambientais federais devem exercer seu poder de fiscalização em segurança. O que o ICMBio, o MMA e o Incra estão fazendo é trabalhar pelo  futuro da região amazônica, proteger minorias, trabalhadores e o patrimônio natural do país. Intimidações como as ocorridas em Humaitá devem ser estancadas e seus responsáveis punidos. O retrocesso não pode pautar a questão da defesa e preservação da Amazônia e de nenhuma outra área ambiental do  Brasil.







Comentários