IEB: 15 anos de história

O Instituto Internacional de Educação do Brasil comemora neste mês seus 15 anos de fundação

O Instituto Internacional de Educação do Brasil  comemora em 2013 seus 15 anos de fundação. Ao longo dessa trajetória, o IEB investiu em pessoas. Dedicou-se a formar e capacitar gente, a gerar e disseminar conhecimento, e a fortalecer diferentes atores na construção de uma sociedade mais justa e sustentável.

Nasceu com apenas dois funcionários. Hoje, possui uma equipe de profissionais que atuam nos escritórios de Brasília, Belém, no Pará e Humaitá, na Amazonas.

Através das suas atividades, o IEB estabelece relações entre a conservação dos recursos naturais e as demais dimensões da sustentabilidade: econômica, social e cultural.  Seus programas e projetos são desenvolvidos em três eixos estratégicos de atuação: apoio à pesquisa, formação e capacitação; fortalecimento institucional; e manejo de recursos naturais e gestão ambiental e  territorial.

Em suas atividades, emprega metodologias participativas, replicáveis e integradoras, realizadas em conjunto com grupos de pequenos agricultores, extrativistas, indígenas e gestores públicos. O IEB se destaca por promover parcerias e criar espaços públicos de diálogo e negociação entre a sociedade civil, as diferentes instâncias de governo e o setor privado.

O Instituto também sistematiza e divulga o conhecimento gerado a partir das atividades de seus programas e projetos, e da sua interação com os diversos contextos socioambientais, econômicos e culturais. Conta hoje com um portfólio com mais de 50 publicações. 

“Quinze anos depois sabemos bem qual é o nosso papel. Preparar a sociedade civil para interagir com o público e o privado em busca da sustentabilidade. Mover pessoas e instituições em direção a novas atitudes e conhecimentos. Dar voz para aqueles que vão fazer a diferença. Cada um sendo capaz de avançar em seu próprio combate, sendo um vetor de mudança”, diz Maria José Gontijo, fundadora e Diretora Executiva do IEB.







Comentários