IEB assina cooperação com Programa Municípios Verdes

“apoiar ações para o fortalecimento institucional dos municípios isando a redução do desmatamento e degradação florestal, bem como o fortalecimento da produção rural sustentável. Foto: Diego Andrade/PMV.

Por Lucas Filho

No último dia 24 de outubro, o Instituto internacional de Educação do Brasil (IEB) estabeleceu um termo de cooperação técnica com Programa Municípios Verdes (PMV), durante a sexta reunião ordinária do comitê gestor do programa, realizada na sede da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa). O termo de cooperação técnica tem o objetivo de “apoiar ações para o fortalecimento institucional dos municípios paraenses, principalmente voltados para à gestão ambiental e desenvolvimento local sustentável, visando a redução do desmatamento e a degradação florestal, bem como o fortalecimento da produção rural sustentável”.

A assinatura do documento foi precedida por uma apresentação feita pelo gerente do escritório do IEB em Belém, Manuel Amaral, que destacou a atuação do instituto nas diferentes regiões do estado e a ênfase nos trabalhos de fortalecimento institucional e manejo florestal comunitário. Manuel também ressaltou as ações de fomento à formação que o IEB desenvolve desde seu início. O destaque foi lembrado pelo representante da Fiepa, Derick Martins, que foi bolsista do Instituto.

O Secretário de Estado do PMV, Justiniano Netto, observou que o próximo passo após a assinatura será a formalizar a entrada do IEB no comitê gestor do Programa, composto por representantes do poder judiciário (ex. MPE, MPF), instituições privadas (ex. Fiepa), do governo (ex. SEMA, IDEFLOR) e entidades não governamentais (ex. Imazon, ISA). O PMV é fruto de um pacto firmado em de 2011 com entidades públicas, privadas e não governamentais que busca promover o desenvolvimento econômico paraense ao mesmo tempo atingir a meta de desmatamento zero, com foco nos municípios. O programa propõe promover uma economia de baixo carbono e alto valor agregado, melhorar governança pública municipal e reduzir desmatamento e a degradação.







Comentários