IEB recepciona alunos do curso técnico em agropecuária

No dia 07 de junho de 2013, o Instituto Federal do Pará ( IFPA ), Campus Castanhal, recepcionou a primeira turma do Curso Técnico em Agropecuária.

 No dia 07 de junho de 2013, o Instituto Federal do Pará (IFPA), Campus Castanhal, recepcionou a primeira turma do Curso Técnico em Agropecuária, ofertada para educandos de áreas de projetos de Reforma Agrária, Reservas Extrativistas e de Unidade de Conservação do arquipélago do Marajó, Pará. A atividade, que teve a participação do Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), também contou com a presença do diretor geral do IFPA, campus Castanhal, Prof. Francisco Ednaldo, e do diretor de ensino, Prof. Romier Sousa, além dos alunos bolsistas do Núcleo de Estudos em Agroecologia da instituição Federal.

O curso irá funcionar através do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional conjugado com a Educação Básica, na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA Extrativista). Os alunos serão formados por meio de alternância pedagógica, onde o estudante permanece 30 dias na escola e 30 dias na sua comunidade.  Ao todo, o curso terá a duração de três anos, a turma é composta por 50 alunos dos municípios de Portel, Melgaço, Curralinho e Oeiras do Pará – todos situados no arquipélago Marajó.

Durante a recepção, o assistente de projetos do IEB, Marcos Silva, entregou para cada aluno uma publicação dos trabalhos de sistematização que o Instituto tem produzido ao longo de sua trajetória. IFPA e IEB  estudam a possibilidade de apoio à formação para esta turma de técnicos em agropecuária, no formato de bolsas de monitorias que irão auxiliar no processo de aprendizado, principalmente nas atividades nas comunidades

Parceria

Em abril de 2010, IFPA e IEB assinaram um Termo de Cooperação, por meio da oferta da disciplina de Manejo Florestal Comunitário (MFC) e apoio ao estágio dos educandos do Curso Técnico em Florestas. Em 2013, o termo foi renovado com a proposta de expandir as ações para além do IFPA-Campus Castanhal, de modo a  contemplar os demais campis da instituição, a exemplo de de Santarém, Conceição do Araguaia e Breves, no Marajó – regiões onde o IEB já desenvolve várias atividades.

 

 

 







Comentários