Oficina de planejamento avaliou atividades do Centro de Formação e Cultura Raposa Serra do Sol

A comunidade do Barro, região do Surumu, na Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima foi o cenário da oficina de sistematização e planejamento do Centro Indígena de Formação e Cultura Raposa Serra do Sol (CIFCRSS) do Conselho Indígena de Roraima ...

A comunidade do Barro, região do Surumu, na Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima foi o cenário da oficina de sistematização e planejamento do Centro Indígena de Formação e Cultura Raposa Serra do Sol (CIFCRSS) do Conselho Indígena de Roraima (CIR). Entre os dias 01 a 03 de junho, o IEB, representado pelo diretor acadêmico da instituição, Henyo T. Barretto Fº e Alexandre Goulart, coordenador do Consórcio Paisagens Indígenas Brasil (PIB), realizou a atividade. Participaram da oficina membros da coordenação do CIR e do Centro de Formação, alunos e ex-alunos, alguns coordenadores regionais e tuxauas de aldeias. A oficina teve como objetivo colaborar na avaliação e planejamento do CIFCRSS, que funciona desde o ano de 1997, com a finalidade de impulsionar o fortalecimento institucional; ajudar o centro de formação a definir o que quer ser e como pretende atuar no futuro; além de pensar uma primeira proposta para buscar apoio técnico e financeiro junto a outras instituições, parceiros e doadores.

A partir de um conjunto de dinâmicas proposto pela equipe do IEB, a oportunidade serviu para recuperar a história do centro; montar um retrato da situação atual, apontando virtudes e problemas, e delinear uma indicação de futuro para o centro. Segundo Alexandre Goulart, foram definidos alguns passos de curto e médio prazo, na forma de um esboço de planejamento. “A participação na oficina como facilitador se reveste de grande importância para o IEB por aprofundar a nossa relação com o CIR e colaborar na estratégia de fortalecimento das instituições de formação lideradas pelo próprio movimento indígena amazônico”, avaliou.







Comentários