Organizadores do III Encontro do Consórcio Fortis avaliam que parcerias são fundamentais para seguir as ações de fortalecimento no sul do Amazonas

No último dia do III Encontro Regional do Consórcio Fortis, que aconteceu de 29 de junho a 1º de julho em Lábrea/AM, a avaliação do que já foi realizado ao longo dos cinco anos e a continuidade dos trabalhos foram os principais pontos de debate.

No último dia do III Encontro Regional do Consórcio Fortis, que aconteceu de 29 de junho a 1º de julho em Lábrea/AM, a avaliação do que já foi realizado ao longo dos cinco anos e a continuidade dos trabalhos foram os principais pontos de debate dos mais de 150 participantes.

O coordenador do projeto, Aílton Dias avaliou que as parcerias são fundamentais para seguir as ações de fortalecimento e que o Fortis é apenas uma parte que encerra as atividades. “Sabemos que os projetos têm início, meio e fim. Vamos buscar outros projetos, financiadores e parceiros”, revelou. Dentro das comunidades, as ações de fortalecimento do Fortis foram fundamentais para desenvolver a cidadania de pessoas que vivem nas comunidades tradicionais nas bacias dos rios Purus e Madeira, conforme foi verificado ao longo das atividades do evento.

Aílton Dias explicou que foi durante o andamento do projeto que outras demandas acabaram surgindo, como por exemplo, a necessidade de implementar boas práticas de manejo e gestão de territórios. Segundo ele, diante de tantas dificuldades encontradas ao longo de cinco anos de duração, a maior foi se deparar com a alienação das prefeituras frente ao debate da sustentabilidade. “Sentimos que as comunidades estão muito mais preparadas e capacitadas do que os técnicos do poder público local”, afirmou. Ele explicou também que a maioria dos programas federais e estaduais não chegam até os municípios do sul do Amazonas ou por inadimplência, ou por incapacidade técnica: “tem um mundo de coisas aí afora para ser acessado na região do sul do Amazonas”.

Nas considerações finais do evento, representando a Câmara dos Vereadores, Edemir Maia ressaltou, em seu discurso, a importância de acompanhar o dia a dia dos vereadores, e participar efetivamente, cobrando o voto de confiança que foi depositado na urna. Ele destacou, ainda, a importância das parcerias. Edemir, “só com parcerias e união vamos conseguir chegar à vitória”.
Para a diretora executiva do IEB, Maria José Gontijo, os três dias de encontro serviram para fazer um balanço do que já aconteceu e orientar para o futuro da região. Maria José enfatizou que a participação de todos é a solução dos problemas. “Cabe ao comunitários, monitorar, vigiar e agir para oferecer as saídas para cada problema da região”, disse Maria José Gontijo.







Comentários