Prefeitura de Barcarena aprova adesão ao fórum de diálogo

Mais um passo foi dado no processo de consolidação do Fórum de Diálogo Intersetorial em Barcarena, Pará.


Prefeitura de Barcarena aprova adesão ao fórum de diálogo

Na tarde de quinta-feira, 18 de julho de 2013, mais um passo foi dado no processo de consolidação do Fórum de Diálogo Intersetorial em Barcarena, Pará. Representantes da sociedade civil local e da empresa Hydro se reuniram com o prefeito do município, Antônio Carlos Vilaça, que se comprometeu a assinar o termo de adesão ao Fórum. A proposta é construir um espaço público que favoreça o diálogo entre empresas, organizações sociais e poder público, com a finalidade de elaborar alternativas de desenvolvimento que melhorem as condições de vida da população.

As ideias centrais do Fórum foram apresentadas pela coordenadora de projetos do Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), Maura Moraes. As informações foram esclarecedoras para o representante do poder executivo local. Segundo Vilaça, a iniciativa ajudará sua administração a se aproximar das necessidades do município. “[A proposta do Fórum] era o que precisávamos para trazer a população para perto de nós. Vamos assinar o termo e aderir ao Fórum com muita satisfação”, afirmou Antônio Carlos, que durante a reunião esteve acompanhado do procurador geral do município, Manuel Freitas, do secretário municipal de meio ambiente, Luís Ercílio Faria, e do secretário de planejamento, Alberto Góes.

Sociedade civil e empresas

No encontro, Maria Lindalva dos Santos, uma das representantes da sociedade civil barcarenense, lembrou que o fato do governo se mostrar aberto a proposta de diálogo pode indicar o início do respeito pelos princípios da representação. “Onde há democracia, deve haver a participação da sociedade civil, que também deve ser protagonista nas decisões de interesse público. A opinião das [entidades] deve ser garantida e respeitada”, ressaltou Lindalva.

O resultado do encontro também foi satisfatório para as empresas. “A reunião foi proveitosa e além das nossas expectativas. Nossa proposta foi aceita e o objetivo principal foi alcançado, agora é trabalhar juntos e planejar", relatou Silvia Cunha, que integra a equipe de Responsabilidade social da Companhia de Alumina do Pará (CAP), uma das empresas da multinacional Hydro.

A reunião com o prefeito de Barcarena foi uma das etapas de consolidação do Fórum, um processo que teve um dos seus ápices em abril desse ano, quando o Termo de Adesão foi assinado por representantes de 33 organizações da sociedade civil local, empresas ligadas à multinacional norueguesa Hydro e uma representante do poder legislativo municipal. As próximas atividades serão reuniões para definir, por exemplo, o funcionamento do Fórum. 

 

 







Comentários