Seminário discutiu manejo florestal comunitário na Resex Ituxi em Lábrea/AM

Foram três dias de seminário, envolvendo aproximadamente 50 moradores da Resex do Ituxi e oito representantes de instituições parceiras.

Por Marcelo Franco

Debaixo de um frio típico da região sul do Brasil, no norte chamada de "friagem", os participantes seguiram de voadeira até a comunidade Floresta, localizada na Reserva Extrativista (Resex) Ituxi para a participar do “I Seminário de Manejo Florestal Comunitário da Resex Ituxi”. Foram três dias de seminário (18 a 20 de julho), envolvendo aproximadamente 50 moradores da Resex do Ituxi e oito representantes de instituições parceiras. As atividades foram conduzidas pelo ICMBio contaram com a participação do Instituto Floresta Tropical (IFT), representado pela engenheira florestal Ana Violato Espada. Contribuíram também, na facilitação, Marcelo Franco do IEB e os professores do IFAM , o historiador Fábio e a agrônoma Dra. Edivânia.

O Seminário teve como objetivos:

• Dar continuidade ao processo de implementação do Plano de Manejo Florestal Comunitário da Resex do Rio Ituxi.
• Dar conhecimento aos moradores da Resex sobre o andamento do plano de manejo florestal comunitário e o plano de negócios para comercialização da madeira.
• Apresentar o plano de negócios para a comercialização da madeira proveniente do plano de manejo florestal comunitário da Resex.
• Apresentar as atividades de capacitação desenvolvidas até então com moradores da comunidade.
• Definir agenda de ação para efetivação do plano de manejo.
Participaram também os gestores da Resex Ituxi, Leonardo Pacheco e Andreia Mitozo, representando o serviço público, o Sr. Daniel Pinto, do Serviço Florestal Brasileiro e um dos autores do Plano de Negócios ali apresentado, o Sr Carlos Eduardo dos Santos (Coordenador de Produção e Uso Sustentável do ICMBio) - que contribuiu com uma série de esclarecimentos técnicos sobre questões fundiárias da Resex e do manejo.

Como encaminhamentos deste seminário, as instituições firmaram entre si uma parceria com bom envolvimento da Associação dos Produtores Agroextrativistas da Associação de Deus do Rio Ituxi (APADRIT) , no sentido de elaborar um plano de capacitação em manejo florestal comunitário, visando o fortalecimento institucional do grupo de manejadores em gestão, técnicas de manejo, cooperativismo, entre outros temas.

O IFAM de Lábrea apresentou a possibilidade de incluir a APADRIT em seu projeto de incubadora de associações e cooperativas. A iniciativa irá ajudar na sustentabilidade do Plano de Manejo Florestal Comunitário.

O instituto sinalizou também a possibilidade de oferecer vagas para alunos da Resex nos cursos técnicos voltados às áreas de administração, cooperativismo e técnico em florestas. O balanço foi muito positivo para a Reserva, que certamente seguirá o rumo certo nessa caminhada pelo manejo.







Comentários